UMA VERGONHA A MOBILIDADE URBANA DO ESTADO DO ES

Fico impressionado que até hoje, nenhum governante teve a capacidade de construir elevados na cidade de Vitória para desafogar o trânsito, como também nenhuma alternativa para transporte urbano.

A quantidade de veículos que circulam na grande Vitória, vem aumentando significativamente, causando congestionamentos, principalmente em alguns cruzamentos importantes, como exemplo o da Reta da Penha com a av. des. Santos Neves, ali já poderia ter um elevado que ligaria com a terceira ponte, e em outros pontos mais.

 

Talvez, ou melhor com certeza, estão esperando o caos da imobilidade urbana total.

Caro leitor, qual a obra de porte que foi realizada no Estado nestes últimos 16 anos? Fizeram apenas um tal de Cais das Artes, de péssima arquitetura que mais parece um caixote implantado em cima da terra, cuja finalização padece no tempo.

Faltou mencionar a av. Leitão da Silva, obra esta, que retrata o absurdo da gestão da coisa pública com seus cidadãos.

E viva o Brasil!

 

Angelo José D'Ambrosio

Mestre em Gestão Econômica Empresarial pela Fundação Getulio Vargas – FGV –RJ. Pós-graduado em Administração de Empresas pelo CEPG – Centro de Especialização e pós-graduação do Centro Superior de Vila Velha. Graduado em Ciências Contábeis pelo Centro Superior de Vila Velha. Graduado em Direito pelo Centro Superior de Vila Velha . Profissional liberal atuando na área do Direito Internacional, com 33 anos de experiência em cargos executivos de empresas nacionais (RJ, ES e BH), com foco em finanças e Comércio Exterior. Consultor de empresas com ênfase em Direito Internacional planejamento estratégico, construção de cenários, Marketing Internacional e gestão empresarial, no segmento de comércio exterior . Prof. Universitário nas cadeiras de Direito Internacional e Economia Internacional .